Projudi - Juizados Especiais

Samuel Bruno 26/01/2020 Download 359

O Sistema CNJ ou PROJUDI (Processo Judicial Digital) é um sistema de informática mantido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que reproduz todo o procedimento judicial em meio eletrônico, substituindo os registros no papel por armazenamento e manipulação dos autos em meio digital.

O TJMG iniciou o processo de implantação do PROJUDI em agosto de 2007, com o projeto-piloto no Juizado Especial de telefonia, localizado na capital. A partir de 2008, o projeto foi expandido, gradualmente, para os Juizados Especiais Criminais, Cíveis do Barreiro, do Gutierrez e das Relações de Consumo, Juizado Especial da Fazenda Pública, para as Turmas Recursais Cíveis e para o Centro de Reconhecimento de Paternidade (CRP), vinculado à Vara de Registros Públicos.

A partir de dezembro de 2018, todas as classes processuais de natureza cível do Juizado Especial Da Fazenda Pública e Turma Recursal passaram a tramitar no PJe (Processo Judicial Eletrônico), nos termos do Aviso 60/CGJ/2018.

Mais Acessadas